Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

logo pampilhosa

 

Peça do mês de novembro, 2016 Capacete Militar – I Guerra Mundial

Cultura
 32 novembro 2016 noticia 1 980 2500
17 Novembro 2016
Com o assassinato do herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro, o Arquiduque Francisco Fernando da Áustria, a 28 de junho de 1914, em Sarajevo – Bósnia, o mundo viu eclodir a I Grande Guerra.

O conflito envolveu as grandes potências mundiais, que se organizaram em duas alianças: a Tríplice Entente (Aliados), da qual faziam parte o Reino Unido, a França, o Império Russo e a que se juntaram outros países como Portugal e os Estados Unidos, e a Tríplice Aliança (Potências Centrais) da qual faziam parte o Império Alemão, o então Império Austro-Húngaro e a Itália que acabou por combater ao lado dos Aliados.

O medo das colónias portuguesas virem a servir de moeda de troca entre as potências em conflito, levaram Portugal a envolver-se na I Guerra Mundial. A 9 de março de 1916 a Alemanha declarou guerra a Portugal e a 24 de maio o Ministro Norton de Matos publicou um diploma, ordenando o recenseamento militar obrigatório de todos os cidadãos com idades compreendidas entre os 20 e os 45 anos. Foram então criados o Corpo Expedicionário Português (CEP) e, mais tarde, o Corpo de Artilharia Pesada Independente (CAPI).

No CEP, encontravam-se homens de todas as localidades portuguesas, incluindo do concelho de Pampilhosa da Serra. O cessar-fogo, conhecido como Armistício, foi declarado em 11 de novembro de 1918. A guerra terminou com a vitória dos Aliados.

Para comemorar esta data e prestar homenagem a todos os combatentes, em especial aos do concelho de Pampilhosa da Serra, o Museu Municipal apresenta como peça do mês de novembro, um Capacete Militar. Este pertenceu a um pampilhosense que prestou serviço no Corpo Expedicionário Português, embarcando para Brest com as primeiras tropas enviadas em fevereiro de 1917.

Esta peça, datada de 1915, é da autoria do inglês Robert Hadfield e recebeu a designação de «Thommy». Estes capacetes chegaram a Portugal em 1917, pelo CEP, e foram utilizados pelo Exército Português até 1939.

Partilhar