Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

logo pampilhosa

 

Cabril

No Cabril desfrute das vistas deslumbrantes. Perca-se na imensidão do horizonte. Inspire-se na tradição deste povo que fazia da pastorícia a sua atividade principal. Visite a histórica e ancestral Torre Sineira situada na aldeia do Cabril.

 

imagem
imagem

 

PRESIDENTE:

Anabela Nunes Martins

imagem

 

SECRETÁRIO:

Carlos Alberto Fernandes Antunes

imagem

 

TESOUREIRO:

José Pires Roque


Morada:
Cabril 
3320-011 Cabril

E-Mail:
juntacabril@sapo.pt

Telefone: 
235 513 854 (Junta)
935 408 019 (Presidente)

Fax: 235 513 854

Atendimento ao Público Domingos das 10h às 13h
Restantes dias das 13h às 16h

Área Total
32,50 Km2

Número de Povoações
11

Número de Habitantes (Censos 2011)
231

Heráldica:
imagem

A bandeira é vermelha. Cordões e borlas de ouro e vermelho. Haste e lança de ouro.

O brasão tem escudo de ouro, duas espigas de milho de vermelho, folhadas de verde. Em chefe, cão de negro, malhado de prata, passante, sustendo na boca um archote de negro, aceso de vermelho. Em campanha, monte de verde movente da ponta, carregado de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: Cabril - "Pampilhosa da Serra".

O selo é circular com a legenda "Junta de Freguesia de Cabril - Pampilhosa da Serra".

História:

A designação "Cabril" deve-se ao vocábulo Caprilae, que significa cabra, mas também pode significar um lugar áspero alcantilado. A paróquia do Cabril foi Bispado da Guarda até 4 de Setembro de 1882, data em que passou a pertencer ao Bispado de Coimbra.
À freguesia do Cabril pertencem os lugares de Armadouro, Cabril, Foz do Ribeiro, Malhô, Porto de Égua, Praçais, Sanguessuga, Sobralinho, Vale Derradeiro, Vale Mosqueiro e Vale Grande.
A sua economia foi baseada durante muitos anos na produção de castanha e algum milho, cultivado nos terrenos junto às margens do rio Unhais que atravessa esta freguesia.

Património Natural e Cultural:

Igreja Paroquial - De construção recente, alberga no seu interior a imagem de S. Domingos, proveniente de uma antiga capela, datada do séc. XVI - XVII.

Torre de Pedra da Antiga Igreja Paroquial - No cimo da povoação ergue-se a torre sineira, em pedra de xisto, da antiga igreja paroquial.

Paisagens - Além das belas paisagens que encontramos em toda a freguesia, destaca-se no Cabril a magnífica vista para o paredão da Barragem de Santa Luzia, desde a povoação do Vale Grande.

Orago
S. Domingos, celebrado anualmente a 4 de Agosto.

Links

 

Partilhar