Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

Parceiros do destino Dark Sky Aldeias do Xisto assinaram protocolo de cooperação em Fajão

Geral
Assinatura do protocolo de cooperacao geral do destino dark sky aldeias do xisto  pampilhosa da serra   08 07 2021   8  1 1024 2500
09 Julho 2021

Foi em Fajão e à luz das estrelas que as entidades parceiras do Dark Sky Aldeias do Xisto, assinaram o protocolo de cooperação geral do projeto. Está assim concluída mais uma etapa na afirmação de um destino turístico que agrega toda uma região em torno do céu. Um céu com caraterísticas diferenciadoras e que é já um valioso ativo.

Na sessão, José Brito, Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, manifestou o seu otimismo em relação a este projeto, por acreditar que “as pessoas vão aproveitar” e assim “valorizar substancialmente os territórios e o aspeto do turismo ligado à natureza”. Neste momento, integram o projeto 20 Municípios, que com a assinatura deste protocolo se comprometem a potenciar e a preservar o céu da região. José Brito, esclareceu que apenas pertencem ao Dark Sky Aldeias do Xisto, distinguido em 2019 com a certificação internacional “Destino Turístico Starlight”, os Município que “têm condições para a observação do céu noturno e das estrelas”.

Aos Municípios, juntam-se outros parceiros fundamentais, desde logo a ADXTUR, a Associação Dark Sky, a CIM de Região de Coimbra e o Turismo Centro de Portugal, numa demonstração inequívoca de união e cooperação que almeja um posicionamento diferenciador e competitivo para o turismo da região.

Segundo Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal, “este é um trabalho extraordinário de singularidade em relação a um território”, que contribuiu para que “mesmo numa fase difícil”, “territórios da baixa densidade e do interior tivessem ombreado e até mesmo tido resultados superiores a destinos turísticos mais maduros e mais clássicos”. O “tempo, o silêncio, a segurança e condições naturais para estruturar o produto Dark Sky”, encarados como verdadeiros luxos do século XXI, são para Pedro Machado fatores que podem ajudar a “reinventar estes territórios”.

Apolónia Rodrigues, Presidente da Associação Dark Sky, acrescentou ainda que agora o que mais importa é “valorizar, fazer crescer o território e ter sempre presente que tem de haver cooperação, liderança e sobretudo qualidade no produto que é desenvolvido.”

Com este protocolo de cooperação, as entidades envolvidas, comprometem-se, entre outras responsabilidades, a estabelecer mecanismos de afirmação do Dark Sky Aldeias do Xisto como Destino Turístico Starlight, a apoiar a sensibilização e formação dos agentes públicos e privados do território e a contribuir para a preservação do céu noturno e para a melhoria da iluminação pública, tendo em vista o controlo da poluição luminosa.

assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...
assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...
assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...
assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...
assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...
assinatura_do_protocolo_de_cooperacao_geral_do_destino_dark_sky_aldeias_do_xisto__pampilhosa_da_s...

Partilhar