Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

CCN – Centro de Comunicação da Natureza. Município de Pampilhosa da Serra criou canal online.

Geral
Whatsapp image 2020 05 22 at 20 15 52 1 1024 2500
22 Maio 2020

Foi hoje publicada, nos canais digitais da Câmara Municipal, a primeira emissão online CCN Jornal, um espaço de informação semanal, dedicado à atualidade e à alma do concelho de Pampilhosa da Serra.

Numa altura em que também a comunicação se assume como um poderoso meio de combate a esta pandemia, a Autarquia considera que a criação do canal online CCN contribuirá para que todos estejam ainda mais unidos e esclarecidos.

Na entrevista que deu o mote para o arranque do canal, José Brito, Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, considerou que este projeto surge no âmbito do que considera ser uma “obrigação” da Autarquia, ou seja, “dar a conhecer, cada vez mais, aquilo que se passa no Município e no Concelho”. O autarca referiu ainda que “ao longo dos últimos anos”, o Município tem feito “uma aposta muito grande na comunicação”, o que fez com que muitas das iniciativas e atrativos do território fossem cada vez mais conhecidos, no fundo, fazendo com que Pampilhosa da Serra “passasse a ser conhecida por coisas boas”.

Relativamente ao que os Pampilhosenses e todos os interessados poderão acompanhar no canal, José Brito, referiu que será dado a conhecer “tudo o que vai acontecendo no Município”, “de uma forma mais frequente e acessível”, como as iniciativas e as “principais decisões” tomadas. Para além de áreas como a saúde, o desporto, a cultura, o desenvolvimento, o turismo ou a educação, o CCN pretende também estabelecer um forte elo de ligação emocional com os Pampilhosenses. Recuperar memórias e valorizar a identidade e as gentes do território é também um dos principais desígnios do projeto.

Nesta fase, “com as restrições as pessoas estão a ter”, José Brito acredita esta é “mais uma forma de divulgarmos as iniciativas que estamos a tomar para que nada de mal aconteça às nossas gentes”, e também “para que tenham conhecimento daquilo que têm à sua disposição para passar um pouco melhor este período difícil”.

ccn_website_post
site

Partilhar