Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

114 participantes de 11 nacionalidades no V Open Internacional de Xadrez de Pampilhosa da Serra

DesportoTurismo
Site 1 1024 2500
21 Outubro 2019

O Villa Pampilhosa Hotel, acolheu, no passado dia 19 de outubro, o V Open Internacional de Xadrez de Pampilhosa da Serra, considerado de forma unânime o “torneio mais importante” de partidas de semi-rápidas, em solo nacional, tal como expressou o organizador da prova Grande Mestre António Fernandes.

Natural de Pampilhosa da Serra, António Fernandes, celebrou, na terra onde aprendeu a jogar xadrez, o seu 57º aniversário, tendo celebrado, também, meio século de uma “carreira de campeão”, que lhe valeu a atribuição da medalha de ouro do Município, entregue por Jorge Custódio, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra. “Em primeiro lugar esta medalha é entregue pela excelente pessoa que é e depois pelo excelente jogador”, enalteceu Jorge Custódio.

A combinar a tarefa de organizador do torneio com a disputa nos tabuleiros, António Fernandes, conseguiu o 5º lugar da classificação geral, com os mesmos pontos de Luís Galego (4º classificado e melhor português da geral) e viu o espanhol Grande Mestre Manuel Candelário sagrar-se o grande vencedor do torneio, que foi o 1º do circuito nacional de partidas semi-rápidas da FPX para a época 2019 / 2020.

De resto, este é um torneio rico em quantidade - participaram 114 atletas das mais variedades idades e níveis de experiência - mas também em qualidade, dado que em competição estiveram dez participantes com o título de “Grande Mestre” (nível máximo atribuído pela federação internacional), que acabaram por ocupar os nove primeiros lugares da classificação. “Todos os anos procuramos ter um grande número de participantes a poderem lutar por prémios nas mais diversas categorias, como escalões etários, ranking geral, género ou veteranos”, pois, desse modo, “há um grande número de premiados relativamente à classificação geral”, constatou António Fernandes.

“As pessoas ficaram maravilhas com o local escolhido para a realização do torneio e o balanço final é extremamente positivo tendo em conta o feedback obtido”, frisou o Grande Mestre, dirigindo ainda uma palavra de agradecimento ao “Município de Pampilhosa da Serra, ao staff envolvido na organização e ao árbitro internacional Carlos Dias”.

Também Jorge Custódio, em representação do Município, expressou o seu agradecimento “à federação e à organização”, pelo facto de terem escolhido, uma vez mais, Pampilhosa da Serra para receber este torneio que tem vindo a crescer e a destacar-se no panorama internacional da modalidade. Na sessão final de entrega de prémios, o autarca deixou ainda uma mensagem final aos participantes e espetadores presentes: “Para todos os amantes da natureza, do sossego, dos bons rios e das boas águas, fica o convite para regressarem mais vezes à Pampilhosa da Serra.”

No dia seguinte ao V Open Internacional de Xadrez, disputou-se, no Mercado Municipal de Pampilhosa da Serra, a supertaça de xadrez 2019/2020. A A.XAT de Montemor-o-Novo acabaria por conseguir o pleno de triunfos coletivos ao ritmo de clássicas, depois de arrebatar a supertaça, jogada num ambiente único de comunhão entre os tabuleiros e os carros clássicos, uma vez que a prova decorreu na sala que acolhe a exposição de carros antigos “Classic Village”.

Consulte, aqui, as classificações completas do V Open Internacional de Pampilhosa da Serra: http://chess-results.com/tnr471705.aspx?lan=1&art=1&rd=9&turdet=YES&flag=30

image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title

Partilhar