Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

GranFondo Aldeias do Xisto apresentado em Santa Luzia

DesportoTurismo
Site 1 1024 2500
18 Setembro 2019

Com a Praia Fluvial de Santa Luzia e toda a sua zona envolvente como pano de fundo, foi hoje apresentado o 8º GranFondo Aldeias do Xisto, evento para os aficionados do ciclismo que no próximo dia 29 de setembro percorrerá parte dos concelhos de Pampilhosa da Serra e do Fundão.

Tal como considerou António Queirós, um dos principais organizadores da prova, esta irá manter-se fiel ao desígnio que esteve na origem da sua criação em 2012: oferecer a oportunidade de “vivenciar por um dia toda a emoção de uma grande prova de ciclismo”, não só ao nível da exigência desportiva, como também no que diz respeito à dinâmica de um evento com esta dimensão.

A prova, que até à data conta com mais de 500 inscritos de 10 nacionalidades distintas – as inscrições estão abertas até 25 de setembro - sai do Fundão, passa pelo complexo mineiro da Panasqueira, segue até à Barragem de Santa Luzia - “um dos principais postais do granfondo” - e regressa depois ao Fundão, num percurso com subidas e descidas de relevo e que seguirá parte do curso do rio Zêzere.

“Para que a experiência possa ser vivida por pessoas com diferentes graus de preparação”, detalhou António Queirós, este ano o evento contempla três provas distintas, o granfondo com 141 quilómetros, o mediofondo com 108 quilómetros e o minifondo com uma extensão 67 quilómetros.

Dada a crescente notoriedade que o evento tem vindo a alcançar – o ano passado participaram 926 ciclistas - Jorge Custódio, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, referiu que esta prova “tem trazido à Pampilhosa da Serra um objetivo que é nosso: ficarmos também conhecidos como destino para a prática de desportos de natureza e pelas excelentes condições disponíveis para o efeito”.

Recordando o exemplo dos Bombos de Dornelas, que em edições anteriores e “durante horas a fio” motivaram os participantes de uma forma muito peculiar, Jorge Custódio realçou também que “um dos fatores que tem marcado este GranFondo Aldeias do Xisto é o modo como todos nós vamos recebendo os desportistas e quem acompanha a prova”, “como se de uma festa se tratasse”.

Para além de “recriar o espírito do ciclismo de competição”, Rui Simão, coordenador da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, notou que também a “qualidade dos traçados” e “o profissionalismo com que a prova é organizada”, explicam o sucesso de um evento que foi “pioneiro” na introdução dos “GranFondos” em Portugal.

A organização da prova privilegiou novamente a passagem em “cenários naturais” e “paisagens únicas”, estratégia que segundo Rui Simão já permitiu “trazer novos territórios para o ciclismo nacional”, referindo-se ao facto de Pampilhosa da Serra ter acolhido a partida da “Etapa Rainha” da última Volta a Portugal.

De facto, um dos maiores méritos deste evento, reside no facto de conseguir aliar as potencialidades dos territórios e da região à prática de uma modalidade com uma vasta história no nosso país. “Ficamos muito satisfeitos pelo facto de estas parcerias funcionarem. Continuamos todos a achar que nestes territórios não há ilhas. Em boa hora a Ultra Spirit Sports e as Câmaras Municipais do Fundão e de Pampilhosa da Serra - com o chapéu da ADXTUR – se reuniram. Acho que mais uma vez teremos uma prova de excelência”, concluiu Jorge Custódio.

image title
image title
image title

Partilhar