Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

Cascais e Israel entregaram cheque solidário a Pampilhosa da Serra

Geral
Cheque solid rio 1 1024 2500
14 Novembro 2018
A Câmara Municipal de Cascais e a Embaixada de Israel entregaram, na passada terça-feira, um cheque solidário no valor de 70 mil euros ao Município de Pampilhosa da Serra. A cerimónia, realizada no Centro Cultural de Cascais, contou com a presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, do Sr. Embaixador de Israel em Portugal, Rafael Gamzou e do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, José Brito.

Recorde-se que o valor generosamente angariado pela Embaixada de Israel, adveio em larga medida do concerto solidário realizado em junho, no casino Estoril, pela interpretação do tenor Israelita David D'Or, aquando das comemorações do 70º aniversário do Estado de Israel. “Queríamos celebrar o aniversário de Israel ajudando também um dos Municípios afetados pelos trágicos incêndios, através de um concerto e respetiva angariação de fundos a favor das vítimas. Tínhamos a ambição de angariar 70 mil euros, como forma de simbolizar o 70ºaniversário. Demorou algum tempo, mas conseguimos atingir esse montante”, assinalou Rafael Gamzou.

A visita ao concelho de Pampilhosa da Serra, aquando da assinatura do protocolo inédito de geminação entre o Município de Cascais e de Pampilhosa da Serra, terá sido, segundo o diplomata, “muito importante para me motivar a mim e à minha equipa, pois pudemos presenciar a devastação provocada pelos incêndios e a necessidade de apoio por parte do povo Pampilhosense”, confessou.

Para Carlos Carreiras, foi “todo um conjunto de boas vontades” que, depois do primeiro incêndio do ano transato em Pampilhosa da Serra, permitiu eclodir um vasto conjunto de ações de solidariedade, agora reforçadas com este donativo. “Nós sentimos o quanto é preciso, num momento em que estamos a passar uma dificuldade, que haja quem nos ajude, quem nos apoie e que esteja preocupado connosco”, completou o autarca.

Preocupação essa que José Brito, Presidente da Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra, não quis deixar de enaltecer, considerando que Cascais, “respondeu às nossas dificuldades de forma carinhosa, tentando perceber a cada momento o que nos seria mais útil.” Este agradecimento estendeu-se, claro está, ao Sr. Embaixador de Israel e ao povo Israelita, pela “atitude tão expressiva.”

Relativamente ao montante recebido, o autarca revela que “estes 70 mil euros vão ser juntos à conta solidária que temos no Município e que ainda não foi mexida, porque as primeiras habitações afetadas têm resposta através do Orçamento de Estado”. Deste modo, a quantia fará parte do valor global a ser utilizado nas candidaturas que forem aprovadas, no âmbito do regulamento de apoio à construção de segundas habitações, promovido pelo Município de Pampilhosa da Serra.

“O nosso maior problema é de facto a reconstrução e esta ajuda dá-nos muita força. A força que temos de ter para continuar pelo nosso concelho e de certa forma pelo nosso interior. Um obrigado muito grande a Cascais, por se ter juntado a nós naquela altura difícil e por querer continuar connosco nesta parceria que vamos com certeza levar por diante e fazer com que algo de bom aconteça em prol de ambos os concelhos”, concluiu José Brito.
image title
image title
image title

Partilhar