Passar para o Conteúdo Principal
 
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C

Logótipo Pampilhosa da Serra

 

Concerto de Hélder Bruno

09 Out
Respirar web pampilhosa 01 1 980 2500

No próximo sábado, dia 9 de outubro, pelas 17h00, o compositor e pianista @Hélder Bruno, atuará no Mercado Municipal de Pampilhosa da Serra.

Hélder Bruno programou o último trimestre de 2021 com concertos nos quais dará mais destaque aos temas que farão parte do novo álbum que se chamará «Under a Water Sky». O título é bastante sugestivo, tal como o do primeiro álbum: «A Presença, serena e terna» (2018). O conceito do álbum é simples: o efeito ilusório do céu que, por vezes, parece água; a simbologia da água que purifica, lava, é vida; a mitologia e relação da humanidade com a água, tão trágica quanto heroica. Mas há mais! Para Hélder Bruno as sociedades contemporâneas do ocidente vivem inebriadas pelo “excesso”.

“Estamos num vórtice de excesso que nos impele a exigir sempre mais, de nós, dos outro, dos espetáculos, dos filmes, dos livros, dos efeitos especiais, da luz, do som, do prazer, da satisfação, que se procuram fora de nós… tudo tem que ser sempre mais…”, refere Hélder Bruno.

Desta maneira, na sua música indieclassical procura estimular a religação do individuo à simplicidade da existência através de uma experiência musical sem artifícios. Mesmo ao nível científico a música e as emoções são temas que tem vindo a estudar. A sua recente tese de doutoramento em etnomusicologia, sob o título «“É jazz quando me chegam lágrimas aos olhos”. Arquivos e coleções como estratégias de extensão identitária: o caso de José Duarte», aborda também as questões relacionadas com a música e as emoções. A tese estuda José Duarte, um dos míticos divulgadores de Jazz em Portugal. Foi desenvolvida sob orientação da Prof.ª Doutora Susana Sardo, na Universidade de Aveiro, e pode ser encontrada online.

Este concerto integra um conjunto de espetáculos a realizar no mês de outubro, no âmbito das comemorações do “Outubro, Mês da Música”. O ciclo de concertos «respiraAR» conta com o apoio do programa Garantir Cultura, das Aldeias do Xisto e dos Municípios onde se apresenta.

A entrada é gratuita, com limitação de 150 lugares sentados.

Partilhar